Livro da 63ª edição do Grammy destaca feitos e sonoridade de Everyday Life
Livro da 63ª edição do Grammy destaca feitos e sonoridade de Everyday Life

Análise da Academia relembra sonoridade do álbum e as críticas sociais abordadas nas letras

2.fev.2021
Coldplay em foto de divulgação de Everyday Life. Foto: James Marcus Haney

A Academia de Gravação divulgou, na última semana, o livro da 63ª edição dos Grammy Awards. A publicação traz conteúdos sobre cada um dos e apresenta os lançamentos que figuram entre as categorias do prêmio, além de ser distribuído entre os artistas e convidados durante a cerimônia de entrega.

Indicados na categoria de Álbum do Ano com Everyday Life, Coldplay é um dos principais destaques também na versão digital do livro, disponibilizada gratuitamente pela academia.

Na breve análise do disco, o jornalista Bryan Reesman relembra que Everyday Life “estende os limites” da banda “ao garantir sua segunda indicação a Álbum do Ano” e ressalta as críticas sociais abordadas nas letras. “O pano de fundo frequentemente atmosférico proporciona um contraste – ao mirar em tópicos como a cultura estadunidense das armas e a crise de refugiados da Síria – aos sons mais pop de seu último álbum de estúdio, A Head Full of Dreams“.

Confira a análise completa:

Mais de duas décadas na carreira extraordinária do Coldplay, Everyday Life estende os limites da banda e garante a eles uma segunda indicação a Álbum do Ano. Os gêneros das faixas do álbum duplo apresentam uma infinidade de músicos convidados, oferecem letras em diferentes línguas e exploram tudo, da ambientação carregada de cordas até a fanfarronice do blues e a exuberância do gospel. O pano de fundo frequentemente atmosférico de Everyday Life proporciona contraste – ao que o frontman Chris Martin mira em tópicos como a cultura estadunidense das armas e a crise de refugiados da Síria – aos sons mais pop de seu último álbum de estúdio, A Head Full of Dreams, de 2015. Como observado pela NME, o álbum “regularmente caminha para o campo da esquerda, provando que Coldplay é mais aventuroso do que costuma ser reconhecido”. Espelhando a divisão do álbum entre as seções Sunrise e Sunset, Coldplay equilibra tons consagrados pelo tempo e novas ideias tônicas em Everyday Life, que alcançou o topo das paradas em quase uma dúzia de países.

mm
Fundador e editor-chefe do Coldplay Brasil. Estudante de jornalismo (Universidade Luterana do Brasil) e repórter da Revista Decor.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do Coldplay Brasil e são de responsabilidade de seu respectivo autor. Utilizamos o Akismet para reduzir spam — entenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

Enviar sugestão
Reportar erro
© Coldplay Brasil 2012-2020 | Creative Commons | Política de Privacidade | DMCA |
Desenvolvido por Marcelo Monteiro e inspirado no trabalho de Rabbit Hole