A jornada de Mila Furstova com o Coldplay

“A gravura é uma técnica antiga. Ela tem mais de 400 anos e quase que há uma sensação alquímica nisso. No contexto de arte contemporânea não é a escolha óbvia”

19.Dec.2015

Por Charlotte Cripps, The Independent

A artista Mila Furstova é mais conhecida por criar a arte do álbum do Coldplay, Ghost Stories, que apresenta duas asas. A artista tcheca, que mora em Cheltenham, e que trabalha com gravura, também fez artes para quatro singles do álbum – incluindo uma pomba na capa de Magic e um coração para a arte de True Love.

Neste momento, ela estava em licença-maternidade, com um bebê de seis meses, e então de repente ficou grávida de um segundo filho, indo para o trabalho enquanto ela dava os toques finais em sua colaboração de 18 meses com o Coldplay.

“Eu estava tendo uma pausa do trabalho, apenas sendo uma mãe, quando a maior responsabilidade da minha vida apareceu”, ela disse. “Eu amei trabalhar com o Coldplay porque eles realmente me apreciaram como artista”.

Então, é natural que seu novíssimo trabalho, seguindo o projeto com o Coldplay, é chamado de Motherhood, e será exibido em Londres no ano que vem.

Ele explora as questões de ser mãe e filha. Motherhood I lida com a mulher que faz uma transição para a parentalidade enquanto ela é vista viajando em um barco em direção á uma porta da maternidade. Enquanto Motherhood II mostra uma mãe e uma filha escovando cabelos, para simbolizar “uma cena que se repete através das gerações”. Motherhood III mostra uma mulher desenhando duas asas de anjo em frente à duas crianças sentadas à mesa. “As asas de anjo simbolizam o amor que você dá às crianças”, ela diz.

Seu trabalho pode ser encontrado nas coleções de arte da Rainha Elizabeth II e no Victoria & Albert Museum.

“A gravura é uma técnica antiga. Ela tem mais de 400 anos e quase que há uma sensação alquímica nisso. No contexto de arte contemporânea não é a escolha óbvia”, ela conclui.

Comentários

As mensagens deixadas por leitores não são responsabilidade do Coldplay Brasil. Vale lembrar que, como não compactuamos com discurso de ódio, comentários que sejam ofensivos serão excluídos. Nós também utilizamos o Akismet para tentar reduzir spam. Clicando aqui você entende como seus dados são processados.

Deixe um comentário

Próximo show
Todas as datas