Fã entra com ação contra Tickets For Fun por cobrança abusiva de taxas
Fã entra com ação contra Tickets For Fun por cobrança abusiva de taxas

Leonardo registrou sua indignação com cobranças abusivas.

Compartilhe
Publicado em 2 de fevereiro de 2016 e atualizado pela última vez em 15 de abril de 2016 às 17:46.

Não houve fã que não se espantou com a falta de organização das vendas dos ingressos para os shows da banda: filas virtuais enormes, sessões expiradas após horas aguardando, ou com os preços, condições de compra e taxas da Tickets For Fun. Em Goiás, o fã Leonardo Rodrigues Magalhães entrou com uma ação no PROCON-GO contra a T4F por conta da alta cobrança de taxa de conveniência e entregas após a compra de seus ingressos.

“Foi uma bagunça danada, venda meia noite, fila virtual gigantesca. Acabei comprando pra alguns amigos também, já que eu era o melhorzinho na fila. No total, comprei quatro ingressos pra São Paulo e três pro Rio. O mais barato na casa dos seus R$ 500!!!”, disse Leonardo, em postagem no seu Facebook. “No outro dia, passada a felicidade de ter conseguido comprar, fui rever os valores. E não é que tiveram a petulância de me cobrar taxa de entrega pra enviar os ingressos por e-mail, em PDF, pra eu mesmo imprimir em casa? Taxa de entrega do quê? De e-mail? Fala sério! Enviei e-mail reclamando e pedindo devolução, mas eles se negaram a devolver, disseram que a cobrança estava certa e pronto”.

A cobrança dessa taxa de entrega para um ingresso que será impresso pelo próprio cliente é condenada pelo PROCON. Como não houve entrega de nenhum produto, não existe porque existir cobrança de taxa do tipo. A taxa de conveniência pode até existir e, quando existe, deve ser cobrada por transação, não importando quantos ingressos foram adquiridos nela, e em valor fixo, ao contrário de como a empresa atualmente faz. O fã salienta que não quer levar vantagem nisso, quer apenas de volta o que lhe foi tomado indevidamente. “Como manda o Código de Defesa do Consumidor: cobrança indevida, devolução em dobro e corrigido”, lembra.

“Procurei o PROCON-GO e a audiência de conciliação já está marcada. A minha solicitação nem precisa ser julgada ou analisada, já existe jurisprudência interna sobre esse caso. Agora é torcer pra que eles devolvam o dinheiro, fato que o PROCON não tem o poder de obrigá-los a fazer, amigas advogadas já me alertaram. Mas preocupa não, se não devolverem, ai eu parto pro plano B que pode até levar anos, mas que um dia eu receberei, não tenham dúvida disso!”

Em mensagem ao Coldplay Brasil, Leonardo dá o conselho: “Se todos fizessem isso, a empresa pagaria pelo o que fez”.

  • Royal

    Eu fiquei no site durante 4 horas para comprar o ingresso e infelizmente não consegui então sai de Taubaté no interior de SP para comprar na Saraiva. Passei por 4 horas de fila, pessoas querendo comprar 15 ingressos só de uma vez, gente sem um pingo de consideração e quando consegui comprar meu ingresso ainda tive que pagar a taxa de “conveniência” de R$80,00. Pretendo recorrer judicialmente por isso porque é uma falta de respeito enorme com as pessoas. INACREDITÁVEL

  • Se eu tivesse pelo menos conseguido comprar, dava pra tentar fazer algo do tipo, resumo, eu sem ingresso, eu sem dinheiro, eu sem coldplay. Eu tomei no cu.

    • Júlia

      Tudo o q eu mais queria tbm! 🙁

  • Lucas Lages

    Parabéns, tem que ser assim mesmo, eles estão passando dos limites!!!

  • Rafael Costa

    Alguém sabe como faço pra receber os ingressos comprados? Não encontro nenhuma informação no site. Tentei ligar pra T4F mas eles estão sempre ocupados. No e-mail fala-sede pontos de retirada. Aqui em Fortaleza, a loja que listada informou que não entrega ingresso para esse show, apenas outros eventos. Alguém fora do Rio ou de Sampa recebeu os ingressos?

  • Nando Carreira

    Essa ticket for fun é um pesadelo! Máfia dos ingressos?

Por Marcelo Monteiro
Aspirante a jornalista que ama música mas também sonha em ser publicitário. Como você pode ter percebido, sou libriano.