Antes do Espetáculo #3 – Bishop Briggs
Antes do Espetáculo #3 – Bishop Briggs

Revelação do indie pop nesse ano, com 24 anos e apenas cinco músicas lançadas, ela fez parte de nove shows d’A Head Full Of Dreams Tour nos Estados Unidos.

Compartilhe
Publicado em 5 de outubro de 2016 e atualizado pela última vez em 19 de dezembro de 2016 às 16:15.

A londrina Sarah Grace McLaughlin, conhecida pelo seu nome artístico Bishop Briggs, é uma cantora e compositora de trap soul, dark pop, indie pop, rock alternativo e muitos outros gêneros que tentam categorizá-la devido a seu estilo musical peculiar que mistura tantos elementos.

Meu som é ‘trap soul’. Que seria mais ou menos como adicionar influências de hip hop com sons emotivos e colocar alguns elementos eletrônicos, de um jeito que os instrumentos estejam sincronizados. Não sei se [trap soul] é realmente uma coisa. Talvez eu tenha inventado. Mas tem várias influências de rock e alguns elementos folk. O principal que acontece em nossos shows é que nós tentamos ser o mais autênticos possíveis. Então têm muitos pulos e suor. Contudo, também tem bastante emoção. Nós definitivamente somos inspirados por Alabama Shakes, Jake Garratt e, claro, Coldplay.

Bishop, em entrevista ao Coldplay.com.

Seus pais são escoceses e vieram de uma cidade chamada Bishopbriggs, o que inspirou o nome artístico da cantora, e eram muito fãs de Coldplay. A cantora lembra de memórias de infância com seus pais embaladas por músicas da banda. “Meus pais são escoceses e são muito fãs, então, desde quando consigo me lembrar, Coldplay estava sempre tocando na minha casa”, disse ao Coldplay.com. Nascida em Londres, mudou-se para Tóquio com quatro anos de idade, onde cantou em público pela primeira vez em um karaokê da cidade – e foi que decidiu que queria seguir na carreira de cantora. Ela já escrevia suas próprias músicas aos 7 anos e performava para a família. Aos 10 anos, foi morar em Hong Kong e, após se formar, aos 18, foi morar em Los Angeles, para estudar na Musicians Institute.

Após se mudar para Los Angeles, ela começou a fazer pequenos shows em quaisquer lugares que convidavam ela. Em 2015, após se apresentar em um bar local, chamou a atenção de um representante da gravadora Island Records, que gravou seu primeiro single Wild Horses, na época sob o nome Bishop. A música fez muito sucesso ao ser utilizada num comercial da empresa automobilística Acura.

Em janeiro de 2016, lançou seu segundo single, River, mudando seu nome artístico para Bishop Briggs, para não confundir com a banda americana de heavy metal que também se chamava Bishop.  A música virou um hit alcançando várias posições em várias paradas, como do iTunes, da Billboard e Hype Machine. A música também foi utilizada em vários episódios da segunda temporada da série Scream, da MTV.

Depois disso foram lançados mais três singles: The Way I Do, Pray (Empty Gun) e, mais recentemente, Be Your Love. Também aparecendo na trilha sonora de séries como Scream e Empire. Com apenas 4 músicas lançadas (na época do anúncio, Be Your Love não havia sido lançada), ela foi uma das escolhidas para abrir os shows da parte oeste d’A Head Full Of Dreams Tour nos Estados Unidos em estádios lotados.

+ @coldplay. This August. Pinch me. 😱😵🙌

Uma foto publicada por Bishop Briggs (@thatgirlbishop) em

Em entrevista à banda, ela disse que quando recebeu a notícia do seu agente, de que havia sido convidada a abrir esses nove shows do Coldplay, não sabia nem como reagir. “Você simplesmente tem essa reação humana. É bem indescritível”, comentou ela com Anchorman em uma entrevista ao site da banda. “Houve muitas lágrimas e risadas histéricas. Sem saber o que pensar ou processar a informação. Mas não teve nenhum ‘vou pensar sobre isso’! Foi só um ‘definitivamente sim, não importa o quê'”.

Essa foi a minha primeira vez vendo eles oficialmente, mas eu assisti vídeos deles no YouTube tocando em shows por anos e anos e anos! Então, estar no próprio palco vendo tem sido incrível. Eles são de ouro: por performance, por emoção, por serem reais. Eles são uma verdadeira inspiração. Eles soltam fogos de artifícios em uma ou duas das primeiras músicas. Tipo, quem faz isso?! Eles simplesmente levam para um nível inteiramente diferente. E o público responde incrivelmente.

Bishop Briggs, quando perguntada se já havia assistido a algum show da banda.

bishop

Apesar de ainda não ter nenhuma data marcada para o álbum de estreia, ela já afirmou que tem bastante coisa vindo e que já produziram muitas músicas. Inclusive, ela já toca muitas dessas músicas ao vivo em seus shows, como Mercy, Dead Man’s Arms e Hi-Lo, que você pode encontrar vídeos de apresentações no YouTube. Você pode conferir o trabalho da cantora que já foi lançado nessa playlist:

Por último, mas não menos importante, outro detalhe importante da Bishop é que ela é incrivelmente fofa, simpática e adorável com todo mundo e principalmente com seus fãs. Você pode conferir isso nesse vídeo legendado pelos nossos amigos do Bishop Briggs Brasil, que nos ajudaram nessa matéria <3

Por Márcio Lessa Jr.