CPBR Entrevista #2: April Brown e seu Livro dos Coldplayers – Coldplay Brasil
CPBR Entrevista #2: April Brown e seu Livro dos Coldplayers

O Coldplayer Book é um projeto criado pela Coldplayer April Brown que consiste em criar um livro com cartas e desenhos feitos pelos […]

Texto Marcelo Monteiro
sábado, 21 de setembro de 2013

projectO Coldplayer Book é um projeto criado pela Coldplayer April Brown que consiste em criar um livro com cartas e desenhos feitos pelos fãs de Coldplay. E nós a entrevistamos para saber como surgiu a ideia de fazer um projeto como este e qual foram as reações dela ao ver o número de pessoas que colaboraram — ao final do livro, foram contadas 220 cartas, 115 desenhos, 318 páginas em um livro de aproximadamente 3 quilos e 3 polegadas de altura.

April, como você teve a ideia de fazer um projeto como esse?
Um dia eu estava sentada pensando sobre a relação do nosso fandom com a banda e quantas pessoas nunca terão a chance de ver a banda ao vivo – e muito menos conhecê-los. Eu sabia que estava indo para o Reino Unido em setembro e pensei comigo mesmo: “Não seria maravilhoso se a banda poderia ter algo físico para segurar com as emoções do fandom de dentro dela?” Então, o livro começou a criar-se a partir daí.

Você pensou que receberia tantas cartas e desenhos?
Honestamente, eu esperava 25-50 cartas. 100 seria esticá-lo muito longe. Então, uma vez que passou a marca de 100 cartas, seguido pela marca de 200, eu sabia que tinha algo especial! Acho que é fantástico que tantas pessoas se envolveram. Eu me sinto muito privilegiada por ter sido capaz de colocá-los em conjunto.

Como foi sua experiência de entregar o livro para Debs Wild?
Debs foi incrível. Ela foi super agradável e realmente ficou impressionada com o livro. Eu estava realmente grata que ela concordou em me encontrar, porque eu tinha a sensação de que a banda não estaria em seu estúdio quando eu estava visitando Londres. Eu dei-lhe o livro, ela folheou as páginas, comentando sobre o quanto ela gostava de todas as letras diferentes. Nós conversamos sobre Atlas, suas experiências sendo o Oracle os momentos engraçados com a banda (principalmente com Chris), coisas assim. Eu sou muito grata a ela por tê-la entregue, porque eu posso garantir agora que, em algum momento a banda vai ver o livro! Isso me deixa muito animada!

E qual seu sentimento em saber que você deu uma oportunidade a vários Coldplayers no qual não podem conhecer a banda?
Sinto-me orgulhosa e privilegiada por ter sido capaz de dar aos fãs a oportunidade. Eu sei que não é fácil de conhecer a banda nos dias de hoje, então eu acho que dando aos fãs a chance de mandar uma mensagem para eles é muito importante. Tenho a certeza de que fiz tudo certo, fazendo com que pareça profissional, e garantir que inclui todas as cartas que eu recebi.

Abaixo você confere um vídeo que a própria April gravou de quando o livro estava quase pronto. Ela mesmo disse que algumas artes e cartas não haviam sido colocadas ainda quando gravou o vídeo.