ColdplayStories #3 – A inspiração para Every Teardrop Is A Waterfall
ColdplayStories #3 – A inspiração para Every Teardrop Is A Waterfall

Quem assistiu ao primeiro capítulo da novela “Boogie Oogie”, nesta segunda-feira (4) na Globo, deve ter percebido, logo após a […]

Compartilhe
Publicado em 7 de agosto de 2014 e atualizado pela última vez em 19 de dezembro de 2016 às 20:11.

Quem assistiu ao primeiro capítulo da novela “Boogie Oogie”, nesta segunda-feira (4) na Globo, deve ter percebido, logo após a abertura, uma música que soa muito familiar ao hit “Every Teardrop Is A Waterfall”. Mas, que diabos uma música de 2011 estaria fazendo em uma novela completamente baseada nos anos 70 e 80?

Trata-se de “I Go To Rio” de Peter Allen, lançada em 1976, que virou um sucesso daquele ano, ficando em primeiro lugar nas paradas por cinco semanas, sendo o single mais vendido na época, na Austrália. E obviamente, é lembrada até hoje como um clássico.

A cantora Peggy Lee fez um cover dela para seu álbum “Peggy” de 1977. Além disso, também foi traduzida para o francês por Claude François, um ano mais tarde. “I Go To Rio” ainda ficou marcada no “The Muppet Show”, e também em trilhas sonoras de inúmeros filmes. Em 1978, a banda Pablo Cruise (sim, é uma banda!) regravou a canção, que fez ela estourar ainda mais, desta vez nos Estados Unidos.

O riff inicial de piano foi pego também pelo grupo Chocolate para a música “Ritmo De La Noche” (aviso: o clipe abaixo contém cenas muito escrotas, assiste apenas se estiver pronto para dar boas gargalhadas).

Antes de continuar, por favor, precisamos nos recuperar do clipe acima. Tá, agora tá bom.

Mas de todas essas versões listadas acima, a que nós mais amamos, com certeza, é a nossa querida “Every Teardrop Is A Waterfall”. Chris compôs a canção após assistir o filme “Biutiful” (Alejandro González), onde a canção toca ao fundo de uma cena em uma boate. Como um crédito, Peter Allen e Adrienne Anderson, os escritores da canção, aparecem como compositores do single (a gente foi conferir no encarte do álbum, mas os créditos estão para “Ritmo De La Noche”, lol).

Allen morreu 18 de junho em 1992, aos 48 anos, mas o Coldplay sempre terá essa bela música como uma homenagem eterna ao criador desse hit super dançante. Quem não se imagina em uma discoteca quando ouvindo?

Por Marcelo Monteiro
Aspirante a jornalista que ama música mas também sonha em ser publicitário. Como você pode ter percebido, sou libriano.