Phil Harvey responde perguntas dos fãs sobre documentário – Coldplay Brasil
Phil Harvey responde perguntas dos fãs sobre documentário

Pelo Twitter, o quinto membro do Coldplay interagiu com o público e deu algumas informações a respeito de A Head Full of Dreams.

Texto Gabriela Rodrigues
terça-feira, 30 de outubro de 2018

Faltando 15 dias para a estréia do filme A Head Full of Dreams, o quinto membro da banda, Phil Harvey, resolveu interagir com os fãs e responder perguntas sobre o documentário que mostra a trajetória da banda e será exibido nos cinemas, mundialmente, no dia 14 de novembro. Poram respondidas dez perguntas enviadas pelos fãs, pelo Twitter, utilizando a hashtag #AHFODFilm.

Para começar a sessão, @s0ulwax perguntou se Phil será visto no documentário, já que está sempre nos bastidores. Ele respondeu que vai aparecer muito mais do que queria, porém Mat, o diretor, disse que ele era uma parte importante da história. “Eu acho que é porque o filme é sobre amizade e como os relacionamentos evoluem através de uma experiência compartilhada”, disse.

“Qual é a melhor parte ou cena do filme?”, questionou @itsmejunya. Phil respondeu a esta pergunta dizendo que ama as coisas mais antigas, entre 1997 e 2000, quando todos eles eram inocentes. “A filmagem da era de X&Y é fascinante, principalmente porque eu não estava lá então não vi tudo em primeira mão”, afirmou.

Uma das perguntas mais curiosas foi sobre quem estava todo esse tempo filmando a banda mesmo antes deles serem famosos —”Ah, e sua música é esplêndida, nunca parem”, completou @jacklewis00. Phil retornou a pergunta dizendo que o diretor Mat Whitecross já era amigo do Guy, Will, Jonny e Chris mesmo antes deles serem uma banda. “Ele apenas filmava eles saindo desde 1997. Ele estava lá no primeiro ensaio”, completou, e afirmou que Miller World também colaborou com o conteúdo de filmagem.

O fã-site Coldplay Argentina perguntou ao quinto membro se ele já havia assistido ao documentário. O mesmo disse que já, várias vezes, em diferentes estágios. “Mat me mandou a primeira parte mais ou menos há um ano atrás. Eu estava muito impressionado com a forma que ele trabalhou. Ele tem muito o dom do estilo —e é meio argentino”, respondeu Phil, com muito humor.

Pensando em como Phil se sentia em relação ao documentário, @hasief perguntou se, após ver o filme, viu as coisas sob uma nova luz em relação a banda ou até a si mesmo. “Eu me sinto mais do que grato por ter esses cinco humanos maravilhosos —Chris, Guy, Will, Jonny e Dave— como meus irmãos da vida e da música”, declarou.

Como todos sabem, no último show da turnê A Head Full of Dreams, Chris disse que após aquele show eles seriam uma banda cheia de surpresas. Abordando isso, @huntingtonm12 perguntou se esse documentário era a surpresa dita por Chris ou se havia outras ainda por vir. Para ansiedade de todos, Phil disse que “muitas outras surpresas virão”, e que os próximos anos vão ser “muito divertidos”.

O seguidor @NAsfari perguntou se houve algum trato entre a banda e Mat para resolver o que apareceria ou não no filme. Phil o respondeu dizendo que a banda estava completamente relaxada sobre isso, “eles amam Mat como um irmão e confiam nele o bastante para não interferir no documentário”. Para surpresa, Phil contou que Chris na realidade não viu o filme. “E ele explica o porquê no começo do mesmo)”, completou Phil.

Como muitos fãs conhecem a maneira que Chris lida com o final de cada era da banda, @febrinaldy afirmou para Phil que talvez o vocalista não queira assistir o documentário porque poderia sentir que completou uma etapa e que isso poderia fazer com que ele parasse de fazer música. Phil disse que talvez o seguidor esteja certo, visto que Chris não gosta de olhar para trás e procura sempre pensar no futuro. “Eu acho que é legal olhar para trás às vezes, nem que seja para lembrar que tudo é possível”, completou.

Muitos se perguntam se o filme vai ser mais em um estilo ao vivo, com músicas, ou apenas um documentário. Para esclarecer isso, @_Mystarisfading perguntou qual seria a porcentagem que Phil dividiria o filme entre música ao vivo e experiências deles como banda. “Eu diria que apenas 25% seria de música ao vivo. A maior parte é a história sendo contada, mas a parte dos shows é muito legal porque filmamos vários shows ao redor do mundo”, conta.

E para terminar, a pergunta que muitos fãs se questionaram quando viram o trailer e souberam da notícia dessa surpresa maravilhosa foi feita pela @shey_lu. “O que fez com que os meninos decidissem lançar um filme sobre os 20 anos deles como uma banda?”, perguntou. “O álbum/turnê A Head Full of Dreams parecia como a realização de algo. Eu acho que é por isso que nós colocamos fotos de infância de todos nós cinco na capa do álbum: sonhos loucos de crianças que se tornaram realidade. O filme é como um trampolim de um universo para o outro”, concluiu.

O documentário

Filmado ao longo de 20 anos, o filme oferece um retrato profundo e íntimo da ascensão espetacular da banda, dos bastidores dos pubs de Camden até esgotar estádios em todo o planeta. No coração da história está a irmandade inabalável da banda, que passou por muitos altos e baixos, desde o primeiro ensaio em um quarto de estudante apertado, Whitecross esteve lá para capturar a música e os relacionamentos em fita.

Junto do lançamento do filme pela plataforma de streaming Amazon Prime Video, Coldplay lançará, no dia 26 de outubro, com exclusividade no Amazon Music, três faixas ao vivo: “Stayin’ Alive”, ao vivo no Festival de Glastonbury, com a participação de Barry Gibb; “Us Against the World”, ao vivo em Lípsia, na Alemanha; e “Don’t Panic”, ao vivo em Paris.

A rede Cinemark exibe o filme em diversas salas pelo Brasil no dia 14 de novembro, data da exibição única no mundo todo.

Live in São Paulo

Depois de anunciar o documentário A Head Full of Dreams, Coldplay anunciou o lançamento em filme do show em São Paulo, no dia 8 de novembro do ano passado. O lançamento virá num pacote chamado “Borboleta”, que acompanha, além das duas horas de show do Live in São Paulo —como foi chamado o filme—, o documentário e um CD, Live in Buenos Aires, gravado durante o show de encerramento da turnê, no dia 15 de novembro.

Já disponível em pré-venda na loja do site oficial do Coldplay, e com lançamento marcado para o dia 7 de dezembro, o pacote Borboleta está disponível em duas versões: a primeira, com dois DVDs (show e documentário) e dois CDs (com a gravação de Buenos Aires); e a segunda, em vinil, com os dois DVDs e o show na Argentina em três LPs. A versão em áudio será lançada, também, nas plataformas digitais e em uma versão apenas CD.