Coldplay faz show emocionante e homenageia as vítimas de Paris
Coldplay faz show emocionante e homenageia as vítimas de Paris

A banda cantou Imagine, de John Lennon, e clássicos do Coldplay.

Compartilhe
Publicado em 14 de novembro de 2015 e atualizado pela última vez em 13 de novembro de 2016 às 17:41.

Não houve quem não tivesse ficado apreensivo com as notícias dos atentados de Paris, ontem. A cada minuto, novas notícias aumentavam ainda mais os números de mortos e feridos em ataques terroristas que e assustaram a capital francesa e deixaram o planeta todo em alerta.

O mundo todo imediatamente se mobilizou em uma corrente pedindo paz para o povo parisiense. Artistas e personalidades, por meio das redes sociais, publicaram mensagens se juntando às campanhas e expressando sua perplexidade pelos fatos ocorridos.

Por parte do Coldplay não foi diferente. Com show marcado para ontem à noite, com exibição do TIDAL, a banda decidiu adiar a apresentação, que contaria com novas músicas.

“O show de hoje foi adiado em respeito aos terríveis acontecimentos em Paris”, disse a banda em uma nota divulgada em seu site. “Todos os ingressos valerão para o novo show, com novos detalhes a serem divulgados em breve. Aos que foram ou estão a caminho, nós tocaremos algumas de nossas músicas antigas para que sua viagem não seja desperdiçada”, continuaram. Encerrando a nota, a banda disse estar “mandando todo o seu amor e orações para as pessoas de Paris”. “Com amor, Coldplay”, encerram.

Além de grandes canções da banda, como Sparks, que não era tocada desde 2007, o show abriu-se com o clássico Imagine, de John Lennon, uma mensagem de paz em um dia tão aterrorizante quanto o que se passou.

Coldplay apresentou, na seguinte ordem, Imagine, Sparks, Yellow, Til Kingdom Come, Us Against The World (com um trecho de Birds ao final) e Fix You.

Emocionados, foi difícil segurar a emoção durante o show. “Will parecia tão emocional, mais do que qualquer outro integrante da banda. Eu não sei se ele tem amigos ou família em Paris, mas parecia atordoado”, disse o administrador do Atlas Project, que estava presente no Belasco Theatre, ontem. “Ele estava tentando o seu melhor, e Chris estava tentando animá-lo brincando. Foi um pouco estranho de se assistir”.

O Coldplay Brasil envia boas vibrações a todos os que estão em Paris. Fica nosso desejo de que possamos ter mais paz no mundo que deixaremos para as futuras gerações.

But give me love over, love over this.

Por Marcelo Monteiro
Aspirante a jornalista que ama música mas também sonha em ser publicitário. Como você pode ter percebido, sou libriano.