Coldplay disponibiliza apresentações de "Orphans" e "Viva La Vida" – Coldplay Brasil
27.nov.2019
Coldplay disponibiliza apresentações de “Orphans” e “Viva La Vida”

Shows feitos em Amã e Londres tiveram trechos publicados no YouTube.

No dia seguinte ao lançamento de Eveyday Life, seu oitavo álbum de estúdio, Coldplay fez uma terceira apresentação na Cidadela de Amã, na Jordânia — as duas primeiras foram as gravações dos espetáculos que lançaram o álbum. Na mesma semana, a banda se apresentou no Museu de História Natural de Londres.

Dois momentos em especial destas apresentações foram disponibilizados no canal oficial da banda no YouTube.

Na primeira das duas noites, além de alguns sucessos da banda e escolhas a dedo do novo álbum, Coldplay apresentou duas faixas escolhidas pelo público através de uma votação no YouTube. A mais votada acabou sendo “Viva La Vida” e, logo em seguida, “Sparks” — que acabou também sendo tocada.

Já na segunda, foi publicada a apresentação de “Orphans”, um dos carros-chefe de Everyday Life — junto de “Arabesque”.

Sem turnê

As apresentações são umas das poucas a serem realizadas para a divulgação de Everyday Life. De acordo com declarações recentes do vocalista Chris Martin, a banda não sairá em turnê tão cedo e o álbum não terá uma turnê propriamente dita.

Na semana passada, em entrevista ao programa Breakfast, da BBC, Martin revelou que Coldplay só voltará a fazer grandes espetáculos quando eles puderem ser não apenas sustentáveis, mas ambientalmente benéficas.


mm
Fundador e editor-chefe do Coldplay Brasil, editor de vídeo e repórter na Ulbra TV e repórter do caderno Bom Exemplo, do Jornal NH.
Enviar sugestão
Reportar erro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do Coldplay Brasil e são de responsabilidade de seu respectivo autor. Utilizamos o Akismet para reduzir spam — entenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

*

© Coldplay Brasil 2012-2019 | Creative Commons | Política de Privacidade | DMCA
Desenvolvido por Marcelo Monteiro e inspirado no trabalho de Pilar Zeta e Rabbit Hole