X10Y - 12 coisas que você fazia enquanto X&Y era lançado – Coldplay Brasil
4.jun.2015
X10Y – 12 coisas que você fazia enquanto X&Y era lançado

Nostalgia pura. <3

Essa semana X&Y completa 10 anos de seu lançamento e o Coldplay Brasil continua o especial X10Y. Em 2005 muitos de nós nem sabiam o que era o Coldplay e estávamos apenas aproveitando a nossa infância – ou alguns já saindo dela. Agora, 10 anos depois, vamos relembrar algumas coisas que fizemos em 2005.

 

1. Comprar salgadinhos pra ganhar Tazos.

Colecionar Tazos era uma das coisas mais legais pra se fazer em uma época onde internet era algo ainda um pouco desconhecido no nosso país. Sempre vindos como brindes nos salgadinhos da Elma Chips, em 2005 tivemos Tazos do Bob Esponja e do Dragon Ball Z.

tazobobesponja

Tive vários desses, mas nunca mais achei 

 

2. Assistir Power Rangers na TV Xuxa.

Sempre torcia para chegar em casa da escola a tempo de assistir a faixa de desenhos do TV Xuxa. E tinha um telefone de 1,99 que quando apertava algum número dizia “É hora de morfar!”

ahazabi

E também aprendeu como se chega em algum lugar com classe.

 

3. Também assistia muito Chaves.

E ficava muito triste quando o Seu Madruga batia no Chavinho.

chavinho

E você também assistiu em 2006, 2007, 2008, 2009… Assiste até hoje.

 

4. Sem esquecer do clássico Sítio do Pica-pau Amarelo.

Uma das melhores horas do dia era quando o Sítio passava na TV. Confesse, você sempre quis comer as comidas da Tia Nastácia – e que cantar a música de abertura era tão divertido quanto a série em si.

sitiodopicapauamarelo

E guarde na lembrança: você viu Isabelle Drummond e Bruna Marquezine novinhas.

 

5. Invejava quem tinha um Motorola V3.

Nessa época, uma criança ter celular não fazia o menor sentido (ainda mais um desses, que era sinônimo de ostentação), então você só ficava sonhando com o dia que teria o seu V3. O mais impressionante era a tela coloridíssima e o ringtone Hello, Moto.

hello moto

E você cresceu, pode ter um celular e ficou aliviado de que não teria um V3.

 

6. Assistiu Harry Potter e o Cálice de Fogo.

O quarto filme da saga de Harry chegou aos cinemas em 2005. Você ficou impressionado em como o elenco havia “envelhecido” desde o primeiro filme e você ligeiramente pensou que também estava ficando velho. Mas nem se preocupou muito, afinal você era só uma criança sem preocupações.

vc é patetico

 

7. Foi proibido de assistir O Segredo de Brokeback Mountain.

Seus pais lhe proibiram de assistir o filme que contava a história do relacionamento entre os personagens de Heath Ledger e Jake Gyllenhaal, no oeste dos Estados Unidos.

brokeback-mountain

Você provavelmente só assistiu depois de conhecer o Mega Filmes HD. Ou nem assistiu porque ficou com trauma.

 

8. Dançou loucamente ao som de Crazy Frog.

O ringtone do sapinho doido que andava numa moto invisível fez tanto sucesso, mas TANTO SUCESSO, que você ouvia em anúncio de mercado, no salão de beleza onde sua mãe ia, festa de aniversário, nos alto falantes dos carros num volume ensurdecedor e claro, no toque do celular de todo mundo.

crazy frog

E depois ficou extremamente desapontado quando descobriu que ele desbancou Speed Of Sound nas charts.

 

9. E também com Hollaback Girl, da Gwen Stefani.

Você não entendia absolutamente nada da letra, mas dançava e enrolava um inglês porque o ritmo era contagiante e a música era bacana.

I AIN'T NO HOLLABACK GIRLLLLL

Foi nessa época, também, que você descobriu que “banana” em inglês é “banana”. E ficou boquiaberto.

 

10. Mas Lonely, do Akon, reverteu a parada.

Muitas crises existenciais e de personalidade começaram com essa música. Quem nunca se pegou cantando “lonely… I’m mister lonely… I have nobody…” por aí, que atire a primeira pedra.

lonely

Porque homem não chora… 

 

11. E Candy Shop te fez sentir vida loka.

Esse sucesso do 50 Cent era outra música que você nem sequer pensava na letra e só ouvia na maior inocência.

candy shop

Quando você entendeu o que “eu te deixo lamber o pirulito” queria dizer ficou chocadérrimo.

 

12. Chorou e se emocionou com Rebelde.

Pra encerrar a lista com chave de ouro: a novela (e também banda!) Rebelde foi um sucesso no Brasil e acompanhar a vida dos estudantes do colégio Elite Way era melhor do que novela das nove. Provavelmente seus pais não deixaram você assistir algumas cenas mais pesadas, mas não dava pra perder nenhum capítulo.

rebelde

E a briga rolava solta na hora de decidir quem seria quem, pois todas as meninas queriam ser a Mia ou a Roberta. E sempre sobrava a Lupita pra você.

Mas você só era fã de verdade se tinha uma dessas:

rebelde


mm
Fundador e editor-chefe do Coldplay Brasil, editor de vídeo e repórter na Ulbra TV e repórter do caderno Bom Exemplo, do Jornal NH.
Enviar sugestão
Reportar erro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do Coldplay Brasil e são de responsabilidade de seu respectivo autor. Utilizamos o Akismet para reduzir spam — entenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe um comentário

*

© Coldplay Brasil 2012-2019 | Creative Commons | Política de Privacidade | DMCA
Desenvolvido por Marcelo Monteiro e inspirado no trabalho de Pilar Zeta e Rabbit Hole